Últimos assuntos
» Duvidas em relação a arte marcial a escolher
Sab Mar 29, 2014 11:27 pm por hfontes

» Qual arte marcial seria boa pra mim?
Ter Dez 03, 2013 2:32 am por Kyorus

» Duvida sobre escolas
Qui Mar 28, 2013 3:20 pm por ligia_forte

» Sacos de Pancada
Qua Jul 11, 2012 9:03 pm por blackbird7

» Saco de Pancadas
Ter Maio 01, 2012 9:42 pm por Belmont

» Box pelo video game
Qua Mar 21, 2012 2:42 pm por motoboy

» KIMONOS SHIZEN
Ter Jan 31, 2012 7:35 pm por mario_skt8

» Ginasio novo
Qua Jul 20, 2011 5:47 pm por Pain

»  Forum desactivado estamos em http://www.desportosdecombate.com/
Dom Nov 28, 2010 6:46 pm por Admin

» Fórum desactivado estamos em http://www.desportosdecombate.com/
Dom Nov 28, 2010 6:44 pm por Admin

» Forum desactivado estamos em http://www.desportosdecombate.com/
Dom Nov 28, 2010 6:43 pm por Admin

» ADC (Tm) I - the Begining
Dom Nov 28, 2010 6:42 pm por Admin

» roupa alusiva muay thay
Dom Nov 28, 2010 6:41 pm por Admin

» Sugestao..
Dom Nov 28, 2010 6:41 pm por Admin

» RANKING KICK, FULL, K1, THAI - CLASSE A e B
Qui Set 09, 2010 3:23 pm por jvilas

Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Votação

Federação Cearense de Taekwondo anuncia crescimento dos praticantes destas modalidades no Brasil

Ir em baixo

Federação Cearense de Taekwondo anuncia crescimento dos praticantes destas modalidades no Brasil

Mensagem por Admin em Qua Jun 02, 2010 11:44 am

A Federação Cearense de Taekwondo anunciou hoje que as modalidades de luta estão a ter cada vez mais adeptos no Ceará, um dos maiores estados brasileiros.




Em declarações ao site O Povo On-Line, Fernando Moura, professor de Kung-Fu Sanchou, não estranha este anúncio, pois há muito tempo que assiste a “uma explosão de miúdos e graúdos” no seu ginásio.

O também coordenador de Artes Marciais e Lutas da Secretaria dos Desportos e Lazer da Prefeitura de Fortaleza, acrescentou ainda que “as crianças estão a praticar mais Kung-Fu, Muay Thai, Judo, Karaté, Taekwondo e outras modalidades de combate, não por considerarem que estes desportos «é só porrada», mas sim para se socializarem e disciplinarem-se. Até porque, os desportos de combate não têm nenhuma componente violenta, têm apenas uma vertente social, disciplinar e desportiva”.

Em relação aos adultos, estes procuram as artes marciais “também para se socializarem, mas fundamentalmente para praticar um desporto, que não a tradicional ginástica. Há muitos homens que querem perder a tradicional «barriguinha» e optam por este tipo de desporto, que é muito mais atraente que a passadeira rolante ou o step”.

Fernando Moura terminou as suas declarações dizendo que “o Jiu-Jitsu e o Muay-Thai são as modalidades mais procuradas, talvez devido à série de movimentos que compõem um combate. Nestes desportos não é só a parte motora que «mexe», também o interior do corpo humano e o cérebro são obrigados a trabalhar a um ritmo acelerado, mas saudável”.

O lutador e presidente da Federação Cearense de Muay-Thai, Evilázio Feitosa, concorda com Moura, ao afirmar ao mesmo site que “a disciplina faz parte da cultura e filosofia oriental; por isso, qualquer desporto originário do Oriente tem a disciplina como base. Toda a gente sabe isso, e os miúdos entendem isso melhor que os adultos, apesar de nós acharmos o contrário [risos]. Por isso, mas não só, é que as crianças adoram este tipo de desporto”.

O professor e técnico de Karaté, Francisco Leandro, partilha da mesma opinião dos seus colegas de profissão: “As crianças, com 10 e 11 anos, assim como os adultos, procuram estes desportos de combate porque querem encontrar-se na vida e na sociedade. É assim já há muito tempo e as crianças estão a perceber, cada vez mais, que este desporto é o ideal para elas, pois vão precisar desta «bagagem» na vida futura, nesta sociedade que dia após dia é mais competitiva, difícil e muito complicada. Além disso, a exposição mediática também ajuda muito. Antigamente não se ouvia falar destas modalidades e hoje já temos programas televisivos dedicados a esta temática e muitas horas de transmissão das várias competições que compõem os desportos de combate”.

O mestre em Taekwondo, Fábio Macedo, vai mais longe, ao afirmar que “as pessoas vêm praticar estes desportos para se poderem socializar com outras mais graduadas. Na vida, o mais fraco, aquele com menos recursos, sente-se marginalizado pela sociedade e aqui essas desigualdades não acontecem. Aqui não existe diferenças de sexo, raça ou dinheiro; aqui, todos somos iguais, pois todos vamos para o tatame [tapete] descalços e vestidos de branco”.

Para além do anúncio da crescente procura destas modalidades, a Federação de Taekwondo explicou que, ao contrário do que tradicionalmente é escrito em diversos meios de comunicação social, o Kung-Fu tradicional não é uma modalidade desportiva, mas sim uma arte milenar, tal como o teatro, a arquitectura ou a filosofia.

Isto, porque o Kung-Fu divide-se em 6 categorias (Luta, Wushu Tradicional, Wushu Moderno, Sanchou, Tai Chi Chuan e Shaui Jiao) e apenas a variante de Luta tem uma componente desportiva, sendo as outras artes onde a meditação é o “prato forte”.

A mesma situação ocorre no Taekwondo, onde existe o Taekwondo Luta (Desporto) e o Taekwondo ITF (arte meditativa), e no Karaté, onde a categoria Luta é a única que é desportiva, ao contrário do Karaté-Do e o do Karaté-Interestilos.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 317
Data de inscrição : 01/06/2010
Idade : 41

Ver perfil do usuário http://desportoscombate.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum